domingo, 26 de dezembro de 2010

Fim de Ano



“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,

a que se deu o nome de ano,

foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança

fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

.

Doze meses dão para qualquer ser humano

se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez

com outro número e outra vontade de acreditar

que daqui pra adiante vai ser diferente…

.

… para você,

desejo o sonho realizado.

O amor esperado.

A esperança renovada.

.

Para você,

desejo todas as cores desta vida.

Todas as alegrias que puder sorrir.

Todas as músicas que puder emocionar.

.

Para você neste novo ano,

desejo que os amigos sejam mais cúmplices,

que sua família esteja mais unida,

que sua vida seja mais bem vivida.

.

Gostaria de lhe

desejar tantas coisas

mas nada seria suficiente…

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.

Desejos grandes e que eles possam te mover a cada

minuto, rumo a sua felicidade!!!”

                                                                                                             Carlos Drummond de Andrade




Os homens trocam as famílias

As filhas, filhas de suas filhas

E tudo aquilo que não podem entender

Os homens criam os seus filhos

Verdadeiros ou adotivos

Criam coisas que não deviam conceber



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover.. êê,êê



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover.. êê,êê

Se mover... êê,êê



O passado está escrito

Nas colunas de um edifício

Ou na geleira

Onde um mamute foi morrer

O tempo engana aqueles que pensam

Que sabem demais que juram que pensam

Existem também aqueles que juram

Sem saber



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover... êê,êê



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover.. êê,êê

Se mover.. êê,êê



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover.. êê,êê



O tempo passa e nem tudo fica

A obra inteira de uma vida

O que se move e

O que nunca vai se mover..

Se mover...
 Sobre o tempo- Nenhum de nós







sábado, 11 de dezembro de 2010

Tô aprendendo a viver sem você - Detonautas




Tô Aprendendo A Viver Sem Você


Venha pra perto de mim
E veja como eu estou só
Senta, não olha pro chão
A culpa não foi de ninguém, não, não
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Sei que o dia raiou para mim
Mas pra você tanto fez
Sei que não vou mudar sou assim
Para você sou mais um
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Ahh, tô aprendendo e não quero aprender
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Tô voltando pro meu recanto
Lá é bem melhor
Não, não sei quem vai estar me esperando
Eu nunca vou estar só
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
Ahh, tô aprendendo e não quero aprender
Ahh, tô aprendendo a viver sem você
 Ps. Na falta de ter o que escrever o melhor e ler...ouvir música...continuo lendo muito por isso tenho vindo pouco aqui.Mas, aos poucos vou visitando vocês!!! Beijo.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Ágape !

"O dia mais belo: hoje
A coisa mais fácil: errar
O maior obstáculo: o medo
O maior erro: o abandono
A raiz de todos os males: o egoísmo
A distração mais bela: o trabalho
A pior derrota: o desânimo
Os melhores professores: as crianças
A primeira necessidade: comunicar-se
O que traz felicidade: ser útil aos demais
O pior defeito: o mau humor
A pessoa mais perigosa: a mentirosa
O pior sentimento: o rancor
O presente mais belo: o perdão
o mais imprescindível: o lar
A rota mais rápida: o caminho certo
A sensação mais agradável: a paz interior
A maior proteção efetiva: o sorriso
O maior remédio: o otimismo
A maior satisfação: o dever cumprido
A força mais potente do mundo: a fé
As pessoas mais necessárias: os pais
A mais bela de todas as coisas: O AMOR!!!"
                                                                                                              (Madre Tereza de Calcutá)
Texto retirado do livro Ágape - Padre Marcelo Rossi. Recebi este livro na sexta-feira dia 03-12-2010 um presente um tanto inusitado já que e notório o fato de ter uma família totalmente evangélica já que também e fato que esta menina-moça-mulher que vos escreve já esteve envolvida em tal movimento também!Mas,isso meus caros faz parte de um tempo que passou. Hoje contemplo tudo que realmente me faz bem...vou estar sempre em busca de paz,amor(àgape) e conhecimento! Este livro esta me trazendo muito conhecimento e sugiro que leiam independente da crença....quando recebi cheguei a rir ,mas o prefácio é simples,fácil e fantástico! Fiquei interessada e estou quase no fim.
O porque desse texto de madre Teresa de Calculta é simples....é lindo!




    BOA SEMANA À TODOS!!!!          
                                                                                                                                   Let's

domingo, 28 de novembro de 2010

" O bem que você me fez nunca foi real" Flores do mal



Sim é domingo....eu corro da segunda...não da terça nem da quarta! Mas,estou em fulga da segunda e tudo que ela significa não só o ínicio da semana..mas tudo que ela um dia significou. Estou cansada do pranto,da causa e do efeito,do choro velado, das lágrimas que não caem,cansei de ser o objeto,o brinquedo e o espinho. Quero ser feliz a todo custo. Hoje de novo e domingo e eu amo o domingo ,mas a segunda não faz bem!!
Eu vou de novo vencer a barreira e esquecer tudo isso. Porque só assim se vive,porque só assim eu vou seguir em frente porque só assim se é feliz...de novo.

domingo, 21 de novembro de 2010

I Feel So good - Charlie Brown Jr



I feel so good today, I feel so good today.
Que bom olhar pro lado encontrar você
Depois de tantas chances perdidas
Eu quero esperar pelo amanhecer
Quero ver o sol refletindo em você
Basta eu olhar pra você
Fica tudo em evidência.
I feel so good today, I feel good today.
Corpos livres mentes perdidas,
Gente que ainda sonha com uma nova vida
Tudo é simples e calmo visto de cima
O mundo é grande, mas é só uma ilha.
Mas o que me interessa é você
Temos a nossa frequência.

That's why I love you so much oh girl I,
I can't live without your love,
Don't you never go, yeah
Tente entender
Tente me fazer entender
Quero num dia mais lindo
Estar ao seu lado.

Domingo de Charlie Brown Jr.








Domingo...passou quase um dia vencido.Quase um dia que ja foi.Quase um dia que não volta mais!
Amanhã é sempre o futuro. Amanhã é um novo e outro dia.amanhã tudo pode ser diferente.Amanhã...eu vou estar aqui ..amanhã eu quero estar diferente..amanhã eu quero continuar ...a viver...a espera..em solidariedade...ou simplesmente vivendo os dias com sol..com calor..nuvens com desenhos é só....só.
Uma semana iluminada à para nós todos. Let's.

domingo, 14 de novembro de 2010

E eu ..de novo




Bom ..era criança nos anos 80. Ainda bem que tinha uma tia muito jovem que ouvia coisas muito legais!!!
Minha iniciação ao mundo musical foi através dela e do piano que era "obrigada" a tocar...até que hoje eu voltaria a tocar numa boa e tenho pensado muito nisso!
Bom,Tia Ledâ ouvia : Metro,Radio Táxi,Grafite,Kid abelha e os abóboras selvagens,Blitz entre outros...até que nos meados surge o RPM daí eu comecei a dar meus primeiros passos em direção do "meus"gostos musicais.Passei a me interessar por esportes em especial ao surfe acabei descendo e deslizando em algumas ondas,mas não levei a sério ou achei que não era muito minha praia e fui parar n natação...sim ai sim eu me achei um pouco mais..então eu ouvia rock e nadava! Mais tarde estas duas paixões me fizeram uma menina popular e as festas eram sempre na minha casa e tudo era motivo de festa!! Nesta época eu já ouvia rock internacional tipo: Dire straits,Bon Jovi...e fui me aprofundando....ouvia sepultura só para assustar meus pais! rs
Música esta no sangue de um jeito forte e eloquente...bom feriado! Boa noite! Boa semana!

Rock Nacional!!! Anos 80!!!

Plebe Rude - Até Quando Esperar





Camisa de venus - silvia piranha 

 

Ultraje a Rigor - Nós Vamos Invadir Sua Praia

 

 

Metrô - Tudo Pode Mudar (No Balanço das Horas)

 

Blitz - "Você não soube me amar"

 

 


The Voca People -

Domingo é assim...rs bons videos!!!! 




domingo, 31 de outubro de 2010

MPB - ( tem dia que eu to calma!)

 Desafinado



O Bebado e o Equilibrista




Você não me ensinou a te esquecer




Tempo Rei


Tempo Rei

Gilberto Gil

Não me iludo
Tudo permanecerá
Do jeito que tem sido
Transcorrendo
Transformando
Tempo e espaço navegando
Todos os sentidos...
Pães de Açúcar
Corcovados
Fustigados pela chuva
E pelo eterno vento...
Água mole
Pedra dura
Tanto bate
Que não restará
Nem pensamento...
Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Transformai
As velhas formas do viver
Ensinai-me
Oh Pai!
O que eu, ainda não sei
Mãe Senhora do Perpétuo
Socorrei!...
Pensamento!
Mesmo o fundamento
Singular do ser humano
De um momento, para o outro
Poderá não mais fundar
Nem gregos, nem baianos...
Mães zelosas
Pais corujas
Vejam como as águas
De repente ficam sujas...
Não se iludam
Não me iludo
Tudo agora mesmo
Pode estar por um segundo...
Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Transformai
As velhas formas do viver
Ensinai-me
Oh Pai!
O que eu, ainda não sei
Mãe Senhora do Perpétuo
Socorrei!...




Um poquinho de CORA CORALINA

  As vezes e bom viajar por ai...Tia Fátima me fez lembrar de Cora Coralina...então é isso!!! Adoro Cora Coralina...e foi muito bom ler tudo dela de novo! Beijos boa semana ,bom feriado!
 
Sou mulher como outra qualquer.
Venho do século passado
e trago comigo todas as idades.
Nasci numa rebaixa de serra
Entre serras e morros.
“Longe de todos os lugares”.
Numa cidade de onde levaram
o ouro e deixaram as pedras.
Junto a estas decorreram
a minha infância e adolescência.
Aos meus anseios respondiam
as escarpas agrestes.
E eu fechada dentro
da imensa serrania
que se azulava na distância
longínqua.
Numa ânsia de vida eu abria
O vôo nas asas impossíveis
do sonho.
Venho do século passado.
Pertenço a uma geração
ponte, entre a libertação
dos escravos e o trabalhador livre.
Entre a monarquia caída e a república
que se instalava.
Todo o ranço do passado era presente.
A brutalidade, a incompreensão, a ignorância, o carrancismo.
Os castigos corporais.
Nas casas. Nas escolas.
Nos quartéis e nas roças.
A criança não tinha vez,
Os adultos eram sádicos
aplicavam castigos humilhantes. 
Tive uma velha mestra que já
havia ensinado uma geração
antes da minha.
Os métodos de ensino eram
antiquados e aprendi as letras
em livros superados de que
ninguém mais fala.
Nunca os algarismos me
entraram no entendimento.
De certo pela pobreza que marcaria
Para sempre minha vida.
Precisei pouco dos números.
Sendo eu mais doméstica do
que intelectual,
não escrevo jamais de forma
consciente e racionada, e sim
impelida por um impulso incontrolável.
Sendo assim, tenho a
consciência de ser autêntica.
Nasci para escrever, mas, o meio,
o tempo, as criaturas e fatores
outros, contra-marcaram minha vida.
Sou mais doceira e cozinheira
Do que escritora, sendo a culinária
a mais nobre de todas as Artes:
objetiva, concreta, jamais abstrata
a que está ligada à vida e
à saúde humana.
Nunca recebi estímulos familiares para ser literata.
Sempre houve na família, senão uma
hostilidade, pelo menos uma reserva determinada
a essa minha tendência inata.
Talvez, por tudo isso e muito mais,
sinta dentro de mim, no fundo dos meus
reservatórios secretos, um vago desejo de analfabetismo.
Sobrevivi, me recompondo aos
bocados, à dura compreensão dos
rígidos preconceitos do passado.
Preconceitos de classe.
Preconceitos de cor e de família.
Preconceitos econômicos.
Férreos preconceitos sociais.
A escola da vida me suplementou
as deficiências da escola primária
que outras o destino não me deu. 
Foi assim que cheguei a este livro
Sem referências a mencionar.
Nenhum primeiro prêmio.
Nenhum segundo lugar.
Nem Menção Honrosa.
Nenhuma Láurea.
Apenas a autenticidade da minha
poesia arrancada aos pedaços
do fundo da minha sensibilidade,
e este anseio:
procuro superar todos os dias
Minha própria personalidade
renovada,
despedaçando dentro de mim
tudo que é velho e morto.
Luta, a palavra vibrante
que levanta os fracos
e determina os fortes.
Quem sentirá a Vida
destas páginas...
Gerações que hão de vir
de gerações que vão nascer.
(Meu Livro de Cordel, p.73 -76, 8°ed, 1998)





Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cora Coralina  (Outubro, 1981)




A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.
Cora Coralina





terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Flor E O Espinho


Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Hoje pra você eu sou espinho
Espinho não machuca a flor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
É no espelho que eu vejo a minha magoa
A minha dor e os meus olhos rasos d'agua
Eu na sua vida já fui uma flor
Hoje sou espinho em seu amor
Eu so errei quando juntei minh'alma a sua
O sol não pode viver perto da lua
Tire o seu sorriso do caminho
Que eu quero passar com a minha dor
Que eu quero passar com a minha dor

Zélia Duncan e Moska -A FLOR E O ESPINHO



domingo, 24 de outubro de 2010

Eduardo e Mônica ( animado-redação)

Meia calada estes dias...talvez devesse escrever..talvez devesse sonhar menos..talvez eu devesse me encher de coragem e acreditar mais..talvez...talvez tudo seja um grande sonho...não sei. Nada era para ser como é! Nada! Estou mais musical...preciso me afundar na música...overdose de música...

sábado, 23 de outubro de 2010

Pato Fu - Canção pra você viver mais (MTV)




Canção Pra Você Viver Mais

Pato Fu

Nunca pensei um dia chegar

E te ouvir dizer:

Não é por mal

Mas vou te fazer chorar

Hoje vou te fazer chorar



Não tenho muito tempo

Tenho medo de ser um só

Tenho medo de ser só um

Alguém pra se lembrar

Alguém pra se lembrar

Alguém pra se lembrar



Faz um tempo eu quis

Fazer uma canção

Pra você viver mais

Faz um tempo que eu quis

Fazer uma canção

Pra você viver mais



Deixei que tudo desaparecesse

E perto do fim

Não pude mais encontrar

O amor ainda estava lá

O amor ainda estava lá



Faz um tempo eu quis

Fazer uma canção

Pra você viver mais (repete mais 3x)



Uuuuh... uuuhhh... uuuuhh

Uuuuh... uuuhhh... uuuuhh



Faz um tempo eu quis

Fazer uma canção

Pra você viver mais

Faz um tempo eu quis

Faz um tempo eu quis

Você viver mais



Uuuuh... uuuhhh... uuuuhh


domingo, 17 de outubro de 2010

Chega de Saudade - João Gilberto

Eu

Li tantas coisas lindas hoje pelas minhas andanças por tantos blogs...textos,poemas e histórias. Gente dedicada e delicada enfeitando meu mundo,minha alma e meu coração! Vi imagens e frases ...me ví em alguns post,me senti e me toquei...tenho saudade...de mim ..vida

Saudades...de tudo que não fiz, das pessoas que não vi,de vida...saudades as vezes e tão cruel! E você percebe toda sua imperfeição toda a sua impotência e toda sua solidão e de repente você descobre ...que a saudade adormece mas,que ela nunca vai embora...vai ficar ali tão junto de mim cobrando aluguel do meu coração e de minha alma...e eu nem sei se um dia vou poder ser eu de novo...
</</

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Nada no meio

No meio do nada...eu me perco na minha ilusão..no meio do nada...
eu me perco nos seus olhos,nas distância ...não vejo onde..nem sei porque
No meio do nada sinto seu cheiro,sinto sua forma...e ilusão
No meio do nada eu sinto o pulsar lento e franco do meu coração..respiro..vida
No meio do nada eu construo meu castelo ....
No meio do nada eu me fiz..eu estou....e eu vou..


......

sábado, 9 de outubro de 2010

Meu post

Queria postar músicas todas que ouvi nestes últimos dias...mas foram tantas e por motivos tão diferentes ou sem motivo algum...só para não pensar..só para viajar no som,na voz e na letra..só para esquecer,chorar,amar...e pedir perdão...só para compactuar com meu coração e minha alma....só para ter um pouco de paz...as vezes dormir ouvindo Hotel California,fui trabalhar com Blondie,nirvana,pearl jam e Ira!...voltei para casa acompanhada do Biquine Cavadão,Goo goo dolls e toda minha excêntricidade.Acordei todos os dia com Capital Inicial,Lobão...e tantos outros..é uma overdose de sons para todo os gostos...

Kiss



Nenhum de nós - Diga a Ela



Biquini Cavadão- Quando eu te encontrar



Blondie- One way or another



Nirvana- Come as you are



Pearl Jam- Jeremy



Capital Inicial- Primeiros Erros



Lobão- A Queda



........e tem tantas outras....tantas mesmos....idem...a vida...to por ai ...

domingo, 19 de setembro de 2010

Você e a Noite Escura - Lobão



Você e a Noite Escura

Às vezes eu me sinto um fantasma
Arrancando flores no jardim
À meia- noite
Penso em você e sigo despedaçando
Pétalas ao vento
Na tempestade
Pétalas vermelhas
Tô com saudade
De você, de você
E as ondas vêm me cobrir na noite escura
E as ondas vêm me cobrir na noite escura
Às vezes eu não sei se é a noite
Ou se é a vontade de te ter agora
Agora
Eu penso em você e sinto a tempestade
Desabar por dentro e por fora
Eu penso em você e sinto toda a vontade do mundo
De te ter agora, agora
Você
Agora

Caminho

Não vou chorar quero ir ao jardim..abrir os braços e sentir o vento mecher nos meus cabelos,balançar minha saia levantar de leve minha blusa..quero fechar meus olhos e ver meu mundo perfeito...quero ver meus sonhos de menina de novo...mas sei que eles ja morreram só quero ter a certeza de que o fim chegou que esta na hora de recomeçar de pisar na terra morta e seguir em frente...as vezes e impossível não parar e não desejar de volta o passado para poder tentar olhar com clareza o momento exato do erro e então antes do fim concerta-lo...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Mental Jewelry

lá fora

Estou de boa aceitando todos os comentários conselhos e afins..estou precisando sair de mim...me refugiar seja lá onde for do jeito q for da maneira que for...queria ir por ai..."caminhando contra ao vento sem lenço e sem documento.." não ser nada e não ter nada ..nada para fazer ..nada para ser...só ser ..só ver...nada de ter ..só viver..respirar...mergulhar no mar..viver...nada de horas...só viver...só...somente só ...amar doí..viver é a certesa de que o mundo gira e vai trazer de volta o passado a sua porta...e não adianta você abri a porta com um sorriso de que bom reve-lo e só que nunca vai ser só isso...vai doer...vai te machucar ...e você vai chorar..chorar como eu choro ...você vai sofrer...o passado era uma laterna que me iluminava o futuro.
Agora o futuro tenta entender cade a luz...e eu só quero estar olhando para trás..pq e o passado que me ilumina e o mesmo passado que hoje me ama,me acolhe e me trouxe de volta....eu to mto doida hoje ...beijo gente...
P.S: estou em falta com a Ambar,Renata...mas to voltando me aguardem neste fim de semana! ok? Beijos

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Vou te Levar ( Lobão)

Composição: Lobão / Bernado Vilhena
Pensar em tudo que se passou,
Que se pôde sonhar e não realizou
A vida tentando escapar,
Mas não por agora
Ao mesmo tempo tanta coisa se amou,
Se refez, se perdeu, se conquistou,
Retratos estampados do nosso amor,
Em preto e branco, pregados na parede,
Revelando pra sempre a gente,
Nosso orgulho um do outro,
Olhando pra lente como quem dissesse
"não queremos mais nada nesse mundo"
E que me lembrasse a cada instante
Que valeu a pena cada lance,
E que valerá, tenha certeza, pra toda a vida
Vou levar, vou te levar,
Pra onde for, vou te levar
Vou levar, vou te levar,
Pra onde for, vou te levar
Pensar em tudo que se passou,
Que se pôde sonhar e não realizou
A vida tentando escapar,
Mas não por agora
Ao mesmo tempo tanta coisa se amou,
Se refez, se perdeu, se conquistou,
Retratos estampados do nosso amor,
Em preto e branco, pregados na parede,
Revelando pra sempre a gente,
Nosso orgulho um do outro,
Olhando pra lente como quem dissesse
"não queremos mais nada nesse mundo"
E que me lembrasse a cada instante
Que valeu a pena cada lance,
E que valerá, tenha certeza, pra toda a vida
Vou levar, vou te levar,
Pra onde for, vou te levar
Vou levar, vou te levar,
                                                                 Pra onde for, vou te levar

sábado, 17 de julho de 2010

Fernanda Abreu & Herbert Vianna - Um Amor, Um Lugar

De novo

Eu me perdi. Não estou mais aqui.
Talvez eu tenha me achado...talvez o mundo seja encantador
Eu acho que eu não estou mais aqui.
Me sinto leve.
Os dias tem passado por mim, leves ,límpidos e soltos.
Estou bem agora.
As nuvens até podem estar cinza,mas nada me perturba.
Eu olho o céu vejo Deus.
Eu olho a minha vida desenhada nas folhas da goiabeira.

O sol me aquece,ilumina e protege.
Ouço o som da vida e fecho meus olhos
Quero perceber o mundo...quero me encantar pela vida
Desejo ter os meus sonhos de menina de volta..desejo a vida de novo.
Estou num recomeço...um novo começar...que a vida venha me saudar!

domingo, 11 de julho de 2010

Em fermosa Leteia se confia - por Luís Vaz de Camões

Em fermosa Leteia se confia,
por onde vaidade tanto alcança
que, tornada em soberba a confiança,
com os deuses celestes competia.

Por que não fosse avante esta ousadia
— que nacem muitos erros da tardança -
em efeito puseram a vingança,
que tamanha doudice merecia.

Mas Oleno, perdido por Leteia,
não lhe sofrendo Amor que suportasse
castigo duro tanta fermosura,

quis padecer em si a pena alheia;
mas, por que a morte Amor não apartasse,
ambos tornados são em pedra dura.

sábado, 12 de junho de 2010

Como Eu Quero - Kid Abelha

Feliz Dia dos Namorados!



Não tenha pressa
Apague a luz.
Estamos no meio de tudo...
ainda não é o fim.
Não existe caminhi,estrada ou trilha.
Só o brilho dos teus olhos..
o brilho que eu sigo.
Só o brilho do teus olhos e o que eu sigo.
Não feche os seus olhos,não chore...
porque senão eu me perco!
Me dê sua mão aquela que segurava a caneta.
Aquela mão que me afagava o rosto,
que me puxava de encontro a você.
A mão que me fazia os sentidos gritarem,
As mãos que me guiavam
mãos que me amavam.
Não vamos embora...
Vamos ficar aqui.
Eu não quero mas me perder.




quinta-feira, 27 de maio de 2010

 

Eram flores doces,leves e coloridas era vida que se fazia e dizia ia e vinha era tão doce lenta tão musical teclas suaves de um piano marrom e um violino com historias de ódio e paixão era assim um coração agonizante e transbordando de paixão ...
Silêncio! Posso ouvir o martelar do teclado  do PC, ela escreve ele responde o violino o acalma o piano a encoraja as musicas eram uma só eles se fundem se entendentem era o vento nas ondas do blog, o amor na ânsia melodiosa da Internet o amor no tempo bytes e mega bytes, uma paixão equilibrista, ele gosta dela ,ela gosta dele era sim tão simples só um oceano os separava,só um povo, uma cultura só a língua os separava mas, isso não era nada eles aprenderam a se comunicar,eles se entendiam por ponto,virgula e emotions era tudo tão frio e só ...um amor em tempos de Internet, entre pedras de um castelo e uma casinha no baixo xingu tão longe e impossível parecia tudo menos amor. As pessoas não entenderiam as famílias não iriam querer ,mas todas as noites eles eram um do outro todas as noites ele lhe dizia Eu te amo e ela dizia Eu te amo. E todos os dias pareciam não ter fim e as madrugadas as vezes eram frias ,mas quando eles se viam era como o calor do sol que os banhava e tudo mudava e tudo era feliz.
Quando ela não apareceu certa vez ele quase enlouqueceu. Quando ele não pareceu por dias ela ficou doente recolhida num canto esperando que ele surgisse....
Ele surgiu as 5 da manhã de um dia onde sol se levantou mas cedo,no dia em que borboletas saíram de casulos no dia que a vida pareceu ser mas forte que tudo ,no dia em que os sonho iluminou a vida os tornando verdade. Ela quase não acreditou ,mas seu único impulso foi pular em seu braços e sentir o calor dele,os braços que nunca mas a deixaram sozinha.

sábado, 8 de maio de 2010

Noites de Insônia - Mar e tormenta



Há!! Este amor rasgado de horas penetrantes de pura arrogância e muito paixão...de choros de dor ,lamento e tormento eu sou louca eu sou louca e quem nunca foi?
E para que aquelas sedas os corpos cobertos se o suor ainda me banha? Eu não sei para que serve ..eu não sei?!
Na loucura que me tomas..na loucura que me deixas nas noites de insónia e o paraíso que eu encontro, e o mar revolto a tórrida torrente....e voz,língua e tesão...pura tensão.. o barulho,a porta que abre você quem entra...sou eu quem me dou...sou eu quem me mecho..você me controla..louca..louca..louca
E o fim a noite se esvai cansada,suada e feliz.

A conversa me é agradável você me faz dormir. O mar se aquieta. O oceano dorme. O vulcão adormece.O mundo esta em paz.

Enquanto o dia chega e o sono não vem...isso e o que tenho isso e o que somos...mar e tormenta.

sábado, 1 de maio de 2010

Monte Castelo _ Legião Urbana

 

Monte Castelo

Legião Urbana

Composição: Renato Russo (recortes do Apóstolo Paulo e de Camões).
 
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja
Ou se envaidece...
O amor é o fogo
Que arde sem se ver
É ferida que dói
E não se sente
É um contentamento
Descontente
É dor que desatina sem doer...
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...
É um não querer
Mais que bem querer
É solitário andar
Por entre a gente
É um não contentar-se
De contente
É cuidar que se ganha
Em se perder...
É um estar-se preso
Por vontade
É servir a quem vence
O vencedor
É um ter com quem nos mata
A lealdade
Tão contrário a si
É o mesmo amor...
Estou acordado
E todos dormem, todos dormem
Todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade...
Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria...
 
 

Please Mr Postman - The Carpenters

terça-feira, 6 de abril de 2010

Salmo 75

1 Damos-te graças, ó Deus, damos-te graças, pois o teu nome está perto; os que invocam o teu nome anunciam as tuas maravilhas.
2 Quando chegar o tempo determinado, julgarei retamente.
3 Dissolve-se a terra e todos os seus moradores, mas eu lhe fortaleci as colunas.
4 Digo eu aos arrogantes: Não sejais arrogantes; e aos ímpios: Não levanteis a fronte;
5 não levanteis ao alto a vossa fronte, nem faleis com arrogância.
6 Porque nem do oriente, nem do ocidente, nem do deserto vem a exaltação.
7 Mas Deus é o que julga; a um abate, e a outro exalta.
8 Porque na mão do Senhor há um cálice, cujo vinho espuma, cheio de mistura, do qual ele dá a beber; certamente todos os ímpios da terra sorverão e beberão as suas fezes.
9 Mas, quanto a mim, exultarei para sempre, cantarei louvores ao Deus de Jacó.
10 E quebrantarei todas as forças dos ímpios, mas as forças dos justos serão exaltadas.


sábado, 27 de março de 2010

Nada de nada

Quando você for em busca de você não esqueça de levar consigo uma boa dose paciência e aprenda a ouvir.Saiba ficar mudo quando for necessário .Aprenda a perceber os momentos para falar e aprenda muito mas o que você deve falar. As vezes um abraço apertado vale mas que mil palavras sábias.
Um olhar ,um afago e um carinho...tudo em toques de gentileza de um amor sem pretensões sem sexo e nem cama. Só o toque que diz : Pode contar comigo!- É isso era só .
E era só isso que eu tinha para lhe dar. Então você me disse que aquilo era tudo. E eu fui embora. Sabendo que bem maravilhoso que Dom abençoado. Não curei nenhum CA ,nem uma gripe ..curei a alma. A alma de algúem. Que dia feliz!!! Nunca mas me esqueci...nunca contei a ningúem queria um dia ser tocada assim.
Nunca fui. Suguei os problemas e amei a todos e estou só dentro de mim. O meu dia parece que nunca chegará,parece que isso nunca vai acabar...
Um dia atrás do outro numa caminhada sem destino só o sol me guia e a lua que me acolhe. Não tenho ,mas a quem curar pq não acredito mas ..pq eu perdi a esperança. Pq no meu caso ela parece ter sido a primeira a morrer.
Lethéia .